7/17/2012


"Show da Cidade", na festa dos 160 anos,  atrai  mais de 40 mil pessoas para a Beira Rio.
Além do cantor Fábio Junior,  A Batidão, Pilantropia, Ap-604, Estênio e Filhos do Rei também deixaram o publico empolgado
“Devia ter amado mais
Ter chorado mais
Ter visto o sol nascer
Devia ter arriscado mais
E até errado mais
Ter feito o que eu queria fazer”

Com esses versos da música Epitáfio, consagrada pelos Titãs, o cantor  Fábio Júnior deu inicio a um dos mais bonitos e  mais bem produzidos shows já realizados em Imperatriz.

O   Som, a  iluminação, Cenário e novos arranjos musicais  pavimentaram a via por onde o artista,  durante uma hora e meia , perfilou as canções que o consagraram como um dos grande cantores brasileiros.

 A maneira de se movimentar no palco e interagir com o público pode até ter mudado com o passar dos anos, mas a voz de Fábio Junior continua  com o mesmo tom e  encanto.  

A cada música iniciada a vibração do público estimado pelo Corpo de Bombeiros em cerca de 45 mil pessoas.

A  apresentação de Fabio Junior no “Show da Cidade” fez parte das comemorações alusivas aos 160 anos de fundação de Imperatriz organizadas pela Prefeitura de Imperatriz e que foram  inciadas ainda em Maio com um passeio ciclistico solidário. 

Ainda como parte da festa ainda falta ser realizados os concursos de fotografia  e artes plásticas.


Locais também brilharam

Os artistas da cidade também brilharam na Beira Rio. O Grupo  Filhos dos Rei (hip, hop gospel)  movimentou a multidão cantando e dançando.



O cantor Estênio mostrou mais uma vez porque é chamado de o “arrasta multidões”. A perfomance dos  meninos do AP-604, com o melhor do pop rock, não deixou neguem parado o mesmo acontecendo com a Banda Pilantropia  protagonista  de um rock mais pesado. 

A Banda Batidão, encerrou a noite/madrugada com os sucessos atuais do tecno melody.