8/01/2012

Semus realiza Pit Stop para alertar população sobre hepatites virais



A Prefeitura de Imperatriz realizou, no último sábado (28), intensa campanha de conscientização para combater as hepatites virais, doenças causadas por vírus e que provoca inflamação no fígado.

 Uma das ações foi a realização de um pit-stop na avenida Dorgival Pinheiro de Souza, no centro da cidade, no qual a equipe da Secretaria Municipal de Saúde (Semus) passou a motoristas e pedestres informações necessárias ao esclarecimento do tema.

A equipe foi comandada pela coordenadora do Programa de Hepatites Virais, Cláudia Arrais, que, na ocasião, disse ser muito importante frisar que muitas das pessoas portadoras do vírus B ou C ainda não o sabem. Segundo ela, “o diagnóstico e o tratamento precoces podem evitar a evolução para a cirrose ou câncer de fígado. São doenças silenciosas, que nem sempre apresentam sintomas”.

O pit-stop teve a finalidade de conscientizar as pessoas de que a hepatite B é transmitida pelo sangue e ou nas relações sexuais sem camisinha ou, ainda, pelo compartilhamento de seringas, laminas de barbear, instrumentos para uso de drogas, materiais de manicure, escovas de dentes ou por meio de materiais para confecção de tatuagens e colocação de piercings. Além disso, a mãe infectada pode transmitir a doença para o bebê no momento do parto, por isso, todo recém nascido deve tomar a primeira dose da vacina contra a hepatite B ao nascer. Já a hepatite C é transmitida principalmente pelo sangue.