1/15/2013

Juiz da Vara da Infância e Juventude de Imperatriz apura denúncia de maus tratos na Vila Cafeteira



Vítima seria uma criança de seis anos

O juiz da Vara da Infância e Juventude de Imperatriz (MA), Delvan Tavares Oliveira, foi quinta-feira (10) ao bairro Vila Cafeteira para averiguar uma denúncia de negligência e maus tratos contra seis crianças.

Uma equipe formada por dois comissários de justiça, uma psicóloga, uma assistente social e um  assessor acompanhou o magistrado.

A inspeção foi motivada por um relatório enviado por conselheiros tutelares do município à Vara da Infância e Juventude em que eles denunciavam os pais das crianças por negligência e maus tratos.

Ao chegar à residência, o juiz entrevistou o dono da casa e pediu para conhecer o local. Ele constatou que havia roupas espalhadas, colchões sujos e mau cheiro no ambiente, além disso, as crianças estavam sujas e descalças e o pai delas aparentava ter consumido bebida alcoólica.

Após averiguar as irregularidades, o juiz recomendou ao dono da casa que melhorasse as condições higiênicas do domicílio e se comprometeu em viabilizar a doação de uma cama e de um colchão para o casal.

Por último, a equipe foi ao Cras (Centro de Referência de Assistência Social) mantido  pela Prefeitura por intermédio da Secretaria de Desenvolvimento Social  do bairro para solicitar um acompanhamento para a família.

Segundo o magistrado, a ação foi importante para orientá-lo quanto à decisão a ser tomada.

“Tive o cuidado de ir pessoalmente visitar a casa e não somente mandar a psicóloga e a assistente. Talvez se eu não fosse lá não teria a convicção necessária para a minha próxima decisão. Paralelamente às medidas de proteção, vamos tentar inserir essa família em programas assistenciais, orientá-los e eventualmente suprir alguma necessidade material”, avalia.

Ascom Fórum de Imperatriz
(99) 3529 – 2000