1/13/2013

Miss Imperatriz deve assumir coordenação local da “Central Única das Favelas (CUFA)

Para quem não sabe,  a atual detentora do título de miss Imperatriz chama-se Viviane Oliveira, tem 20 anos de idade, é afrodescendente, estuda Ciências Biológicas na Universidade Estadual do Maranhão (UEMA),  mora na comunidade da Vila Lobão e tem forte atuação social, embora o trabalho que faz ainda não apareça, tanto.

A atuação social da miss Imperatriz chamou a atenção da ONG, Central Única das Favelas (CUFA).

Sediada no Rio de Janeiro a organização é reconhecida nacionalmente e foi criada a partir da união entre jovens de várias favelas da capital carioca, principalmente negros, que buscavam espaços para expressarem suas atitudes, questionamentos ou simplesmente a vontade de viver.
Um dos fundadores da CUFA, que  já tem coordenações em vários Estados, entre eles o Maranhão, é o famoso  rapper MV Bill,  premiado pela UNESCO como uma dez pessoas mais militantes no mundo  na última década.

O Hip Hop é a principal forma de expressão da CUFA e serve como ferramenta de integração e inclusão social.

Viviane informou ao blog que começou a se preparar para assumir a coordenação da 
CUFA em Imperatriz e que a ONG já tem uma atuação em Imperatriz.

A miss lembra   que uma das primeiras atividades da organização na cidade foi no bairro da Caema, um  dos mais estigmatizados de Imperatriz, quando se fala em violência.
Viviane confessa que o título de miss Imperatriz não mudou em nada sua militância social. “Muita gente nem me conhece;  nem conhece  nosso trabalho social nas comunidades” diz a miss ressaltando que atualmente sua rotina se reveza entre os estudos, a militância social, e a ainda  incipiente  atividade de modelo.