6/28/2013

Defesa Civil, Bombeiros e MP orientam donos de bares e casas de shows a evitarem sinistros


Tema da palestra: Sistema de Segurança contra Incêndio e Pânico

            Na manhã desta quinta-feira (27) dezenas de donos de bares, casas de shows e afins, lotaram o auditório da Prefeitura de Imperatriz, atendendo convite da Superintendência Municipal de Defesa Civil, que promoveu o encontro para orientá-los a evitar sinistros como incêndio e pânico em seus estabelecimentos comerciais.

            A reunião foi aberta pelo superintendente Francisco das Chagas Silva, o Chico do Planalto, que falou da importância do encontro, uma vez que a Defesa Civil convidara um técnico do Corpo de Bombeiros, para ministrar palestra esclarecendo os cuidados necessários a serem adotados pelos proprietários de bares e, principalmente, casas de eventos.

            Convidado para o encontro, o promotor de Defesa do Consumidor e da Ordem Econômica, Sandro Bíscaro, elogiou a preocupação e o trabalho que a Defesa Civil Municipal vem realizando no sentido de fiscalizar esses estabelecimentos. “A Defesa Civil trabalha com celeridade e com legalidade e isso se deve ao esforço de seu superintendente”, observou.

            Sandro Bíscaro orientou os empreendedores presentes à reunião que trabalhassem com segurança, com a devida orientação de órgãos como o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil. “Orientamos, ainda, que vocês sejam atenciosos com seus clientes, pois agindo assim aumentarão suas vendas e, consequentemente, seus lucros”.

                        Por sua vez, o comandante do 3º Grupamento do Corpo de Bombeiros, Coronel Figueiredo, disse que seu comando tem hoje cerca de 700 vistorias que estão sendo realizadas e casas de eventos, locais de shows, entre outros estabelecimentos. “A Defesa Civil tem sido nossa grande parceira na realização dessas vistorias”, afirmou.


                        “Eu sei que muitos donos de casas noturnas não gostam de serem fiscalizados, “porém eu quero dormir tranquilo sabendo que no seu estabelecimento não acontecerá nenhuma tragédia”, disse o Coronel Figueiredo, ressaltando que, “nós não trabalhamos com a sorte, trabalhamos com a prevenção para evitar possíveis tragédias”, concluiu.