7/12/2013

Secretaria de Regularização Fundiária vai organizar ruas e bairros da cidade:O trabalho será realizado por uma empresa de georreferenciamento


            Imperatriz está prestes a completar 161 anos de fundação, porém o seu crescimento se deu somente a partir do início da década de 60, com a inauguração da BR-14 (Belém-Brasília), atual BR-010. A partir do início da década de 80 seu crescimento acelerou, bem como o município passou a se desenvolver em face à implantação de indústrias diversas.

            A partir das margens do rio Tocantins até o entroncamento, na parte central, as ruas e travessas foram devidamente planejadas, bem como os nomes, na maioria, em homenagem a várias unidades da federação brasileira. No início da década de 80 houve as ocupações das áreas em que hoje estão formados os pólos Grande Cafeteira e Grande Vila Nova.

            Entretanto, essas ruas e avenidas, nos seus devidos bairros e respectivos pólos cresceram de maneira desordenada, sem o devido e necessário planejamento. Tanto que, carteiros reclamam não saber onde começa ou se findam determinados bairros, assim como, as ruas se misturam e os números das casas também se confundem.

            Como a maioria dos terrenos nessas áreas se originaram de ocupações – ou invasões como alguns denominam – mais da metade dessas áreas, muito deles edificados, não possuem títulos definitivos. Muitos deles já passaram por vários proprietários, de forma que o atual dono possui sua área de fato, mas não de direito.

            Com o objetivo de solucionar o problema, o prefeito Sebastião Madeira criou no início desta segunda administração, a Secretaria Municipal de Regularização Fundiária, para a qual nomeou como secretário o advogado Daniel Sousa, o qual, por sua vez, formou uma equipe especializada em resolver problemas fundiários.

            Levantamento feito pela Secretaria constatou que realmente cerca 75% dos proprietários dessas áreas, não possuem títulos definitivos de seus terrenos. Desde sua fundação, técnicos da Secretaria trabalharam com afinco agilizando essas ações que ficaram paralisadas há anos. Por ocasião das festividades do aniversário da cidade, a Prefeitura vai entregar, inicialmente, 500 títulos definitivos a seus proprietários.


            O secretário Daniel Sousa garante que a Prefeitura de Imperatriz contratará uma empresa de georreferenciamento visando organizar os mapas de todas as áreas, com detalhadas informações geográficas. Desta forma, vamos mapear todos os bairros, para que possamos saber quantos existem, quantas ruas, enfim, essas informações para que possamos preparar nossa cidade para o pleno desenvolvimento

(Domingos Cezar/ASCOM)