7/11/2013

Secretário de Segurança reforça policiamento para desarticular atentando contra autoridades municipais


Uma hora e meia depois de o Prefeito Sebastião Madeira ter anunciado à imprensa a rescisão do contrato de transporte coletivo urbano de Imperatriz firmado com a Viação Branca do Leste Ltda, a conhecida VBL, um comportamento suspeito, protagonizado por dois estranhos que pilotavam uma motocicleta, despertou o Sistema de Segurança do Estado.
Duas autoridades municipais, vinculadas ao primeiro escalão do governo Madeira, estariam na alça de mira da pistolagem.
Ao saber do episódio, o prefeito Madeira conversou, imediatamente, por telefone com o Secretário de Estado da Segurança Pública, Aloizio Mendes, e, na sequencia, com o comandante da Polícia Militar.
O serviço de inteligência do gabinete do Secretário de Segurança iniciou investigação, que poderá, nas próximas horas, dependendo das circunstâncias, realizar a prisão de assassinos de aluguel, contratados para empreitada mortal.
Imagens de câmeras de segurança já foram requisitadas enquanto a segurança pessoal dos potenciais alvos foi reforçada pela PM e pelo serviço velado da Polícia Militar.
Há conjecturas que informam que o atentado é resultado de um consórcio criminoso de gente descontente com a postura de alguns secretários do Prefeito Madeira.