8/19/2013

Ponte de concreto da Rio Grande do Norte vai dinamizar o trânsito no Bairro Santa Rita


            A Rua Rio Grande do Norte, no trecho entre a Avenida Padre Cícero e a Rua Raimundo de Morais, no Grande Santa Rita, cortada pelo riacho Capivara, está sendo desobstruída pela construção de ponte de concreto armado realizada pela Prefeitura de Imperatriz, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Sinfra).

 Armada em concreto, a ponte é uma aspiração dos moradores dos bairros que formam o Grande Santa Rita, pois vai permitir a trafegabilidade de veículos entre as Avenidas Padre Cícero com Avenida industrial e certamente vai desafogar o concorrido trânsito da Avenida Newton Belo, que se tornou intenso depois da instalação da unidade fabril da Suzano.

            “Os moradores dos dois lados do riacho caminham uma longa extensão quando se dirigem, ou para o centro, ou na direção da Avenida Industrial. O prefeito Sebastião Madeira prometeu a todos nós que construiria não somente essa ponte, mas também iriam melhorar as condições das ruas do entornou visando melhorar o trânsito, bem como a passagem dos pedestres”, afirmou o autônomo José Carlos Costa de Carvalho, 43, residente na Avenida Padre Cícero, Grande Santa Rita.

            De acordo com o engenheiro Roberto Alencar, titular da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Sinfra), a determinação do prefeito Sebastião Madeira é estender serviços de construção de pontes, drenagens pluviais e recuperação de ruas por todos os bairros da cidade. “Portanto, vamos aproveitar o verão para executar o maior número de obras possíveis”, afirma Alencar.

            O engenheiro informou, ainda, que a Sinfra possui várias frentes de serviços por todos os bairros. “Nas ruas que necessitam de drenagem vamos drenar, porque nosso lema é construir obras que tenham durabilidade”, observa Roberto Alencar, ressaltando que, por primar pela qualidade dos serviços é que às vezes algumas delas demoram a ser entregues.


            “Nós primamos pela qualidade das obras que realizamos, pois esta é a determinação do prefeito Madeira”, afirma Roberto Alencar. Para o engenheiro é preferível levar mais tempo para entregar à população uma obra de qualidade do que construir às pressas e depois ela venha se deteriorar. (Domingos Cezar/ASCOM)