9/17/2013

Praias movimentadas no final de semana


A prefeitura mantém a mesma estrutura de segurança, com exceção do palco
        
Como as águas do rio Tocantins não tiveram nenhuma alteração, a Prefeitura de Imperatriz, por intermédio da Superintendência Municipal de Defesa Civil, atendendo apelo da população e dos barraqueiros, decidiu pela continuação do período do veraneio, que se estenderá até suba o nível do rio Tocantins.

            De acordo com o superintendente municipal de Defesa Civil, Francisco das Chagas Silva, o Chico do Planalto, aproximadamente três mil pessoas frequentaram as praias do Cacau e do Meio, os dois balneários pertencentes ao município de Imperatriz, que recebem todo o benefício do poder público municipal.

            Para que os banhistas possam se divertir com toda segurança, a Defesa Civil mantém a área de banho marcada com bóias, sob a constante vigilância de 30 guardas vidas. Destes, 22 se revezam durante os finais de semana na praia do Cacau, considerada a mais extensa, enquanto 8 deles protegem os banhistas da praia do Meio.

            Da mesma forma como iniciou, agentes de trânsito da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (Setran) continuam aos domingos orientando os motoristas que se dirigem à praia do Cacau. Enfermeiros do SAMU continuam a postos na barraca da Defesa Civil para prestar os primeiros socorros e encaminhar as pessoas, em casos de acidente.

            Como informa Chico do Planalto, muito embora tenha caído o número de pessoas que procuram as praias de Imperatriz, os barraqueiros estão satisfeitos, pois estão vendendo satisfatoriamente, afastando o fantasma do prejuízo que sofreriam no caso de uma enchente. “Tanto barraqueiros, como os barqueiros, estão faturando nos fins de semana”, afirma o superintendente.

            Chico do Planalto assevera, ainda, que a maior satisfação do prefeito Sebastião Madeira prende-se ao fato de que a segurança estabelecida pela Defesa Civil, com apoio do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar e da Marinha do Brasil, proporcionou um veraneio tranquilo, sem acidentes, sem incidentes e, sobretudo, sem mortes. “Sem dúvida estamos vivendo o mais seguro dos veraneios”, finaliza Chico do Planalto. (Domingos Cezar/ASCOM)
"