11/29/2013

Alunos da EJA apresentam projetos de valorização da cultura


Alunos da Rede Municipal de Ensino que estudam na modalidade Educação de Jovens e Adultos (EJA) apresentaram na semana passada, o resultado das ações desenvolvidas no Projeto “Cultura em Ação: Conhecer para Valorizar”. O evento, realizado no auditório da Universidade Aberta do Brasil (UAB), contou com a participação da equipe da Secretaria Municipal de Educação (SEMED).

A coordenadora da EJA na Rede Municipal explica que o projeto foi desenvolvido nas escolas que trabalham com a modalidade e a culminância foi realizada em forma de integração:

“Durante todo esse semestre as escolas realizaram exposições e apresentações culturais dos diversos estados brasileiros. Este evento que realizamos é a culminância do Projeto ‘Cultura em Ação: Conhecer para Valorizar’ com a presença de todas as escolas que possuem turmas de Educação de Jovens e Adultos’.

A Escola Municipal Maria das Neves (Alto Bonito), por exemplo, realizou sua Mostra Cultural no início de novembro com apresentação de músicas, comidas típicas e aspectos culturais da região nordeste, conforme explicou Gilbetanha Cardoso Almeida, gestora da escola.
“Realizamos no início do mês de novembro uma mostra cultural sobre a região Nordeste mostrando: comidas típicas, danças e tudo sobre cada capital da região nordeste e depois participamos com todas as escolas da culminância do projeto”.



Escolas participantes
Darcy Ribeiro
Núcleo Santa Cruz
São Vicente de Paula
Madalena de Canossa
Frei Manoel Procópio
Frei Tadeu

Maria das Neves
Presidente Costa e Silva
Santa Laura
Tomé de Sousa
Dom Marcelino
Santo Amaro
Enoque Alves

Eliza Nunes
Mariana Luz
Machado de Assis
Tiradentes
Prof. José Queiroz
Pedro Abreu
Moreira Neto




Sobre a EJA: A Educação de Jovens e Adultos – EJA é uma modalidade da educação básica destinada aos jovens e adultos que não tiveram acesso ou não concluíram o ensino fundamental e/ou o ensino médio. 
Zesiel Ribeiro, Secretário Municipal de Educação ressalta que é importante destacar a concepção ampliada de educação de jovens e adultos no sentido de não se limitar apenas à escolariazação, “mas também reconhecer a educação como direito humano fundamental para a constituição de jovens e adultos autônomos, críticos e ativos frente à realidade em que vivem”.
 A idade mínima para ingresso na EJA é de 15 anos  para o ensino fundamental  e 18 anos para o ensino médio.

Luana Barros- ASCOM