11/28/2013

RÉUS SÃO CONDENADOS EM JURI SIMULADO REALIZADO PELA UNISULMA


 “Sem, dúvida um dos melhores simulados que já realizamos”  declarou  o professor universitário Sidney Costa, titular da disciplina Laboratório de Prática Jurídica  II do Oitavo Período da Unisulma  no final do  júri popular simulado nesta quarta-feira, 27. “O júri”  foi realizado no Auditório Jorge Mendes. O “ exercício jurídico”  serviu para avaliar  o nível dos alunos e para a atribuição da ultima nota do  semestre.

Para se ter uma ideia da complexidade do simulado basta dizer que começou às 19h30 e só foi terminar perto da meia noite com a leitura da sentença pelo juiz presidente.

Diferente do julgamento original ( fato concreto ocorrido em 2009 em João Lisboa), em que foram absolvidos,   os réus, dois homens e uma mulher,  por 6X1 foram condenados nas penas do artigo 121, parágrafo segundo, inciso II c/c 29 do Código Penal c/c com os artigos Primeiro, inciso I e 2 da Lei 8072/90.

O crime ocorreu no dia 23 de Setembro de 2009 no bairro Norte Sul,  em João Lisboa, depois de uma briga  por causa de uma banda de frango. Na confusão a vítima  correu e foi perseguida pelos três réus. Em determinado momento parou e armada com uma faca tentou enfrentar os perseguidores momento em que tropeçou e caiu de joelhos. Foi naquele instante que recebeu uma forte  paulada na cabeça e logo em seguida uma facada no peito morrendo ainda no local.

Chamou a atenção a organização, o modo e a  desenvoltura de  cada acadêmico nos papéis definidos mediante sorteio em sala de aula  que fez o exercício  chegar bem perto da realidade  a ponto de emoções aflorarem  haver até choro.


Ao final o professor Sidney Costa, visivelmente emocionado,   parabenizou a turma declarando-se orgulhoso pelo desempenho de todos. O professor foi aplaudido de pé pelos promotores, advogados, oficiais de justiça, jurados, policiais, secretários judiciais, réus e pelo público que ocupava o auditório.