4/07/2014

Desistência de Luís Fernando movimenta mundo político. Lobão Filho deve ser o candidato a governador.

Vazou  com mais força ontem  a notícia  de que o ex-secretário de estado da infraestrutura Luís Fernando (PMDB)  teria desistido do projeto  da disputa pelo Governo do Maranhão.  Tudo parecia bem, até porque ele, cumprindo as regras da legislação eleitoral,  havia deixado o cargo de secretário de Estado no prazo exigido para quem pretende  ser candidato a cargo eletivo em 2014.

O que antes parecia mera especulação dos blogueiros da capital foi se confirmando a partir de declarações ainda reticentes de integrantes graduados  ligados ao Palácio dos Leões se fortalecendo neste domingo. 

A primeira página de O Estado do Maranhão desta segunda-feira  não deixa mais dúvida.  O experiente, combativo e preparado Luís Fernando já teria comunicado á governadora Roseana Sarney a desistência da pré-candidatura ao Governo do Estado, projeto a  que vinha se dedicando com  muito afinco.  
O  Jornal o Estado  anuncia que  Ex-secretário de Estado de Infraestrutura comunicou desistência à governadora na quarta-feira e que o substituto deste deve ser o suplente de senador Edison Lobão Filho. Segundo o jornal  a formalização da escolha, no entanto, ocorrerá apenas após um encontro entre os principais líderes peemedebistas do estado.

Aguarda-se por todo o dia de hoje uma declaração oficial de Luís Fernando expondo as razões da sua desistência.

Lobão já substituiu Sarney Filho em  1990.


A história se repete. O hoje ministro de minas e energia Edison Lobão foi a opção do grupo Sarney  em 1990  no lugar do deputado Sarney Filho que vinha se preparando para disputar o Governo do Maranhão.  Na época a escolha do companheiro de Lobão saiu das barrancas do Rio Tocantins, o juiz de direito aposentado e ex-prefeito de Imperatriz José de Ribamar Fiquene.