5/28/2015

Fundação Cultural de Imperatriz participa de Seminário Internacional de Sistemas de Cultura


Acontece em Brasília de 1º a 3 de junho, o Seminário Internacional de Sistemas de Cultura: Política e Gestão Cultural Descentralizada e Participativa, organizado pela Secretaria de Articulação Institucional do Ministério da Cultura. O evento terá representantes de todos os estados brasileiros, do Distrito Federal e de mais quatro países: Colômbia, Espanha, França e Uruguai. Imperatriz será representada pelo presidente da Fundação Cultural, Lucena Filho, que é o único gestor público de toda região com presença confirmada.

O ministro da Cultura, Juca Ferreira, fará a abertura do seminário, acompanhado de dirigentes do MinC e de autoridades convidadas. A cerimônia de abertura será realizada no Memorial Darcy Ribeiro, da Universidade de Brasília (UnB), e terá como programação cultural a apresentação da Orquestra Popular Marafreboi e do grupo musical Sai da Frente, ambos do Distrito Federal.

A primeira mesa trará o painel “Gestão Pública da Cultura: Visão Sistêmica - descentralização e participação”. Haverá também painéis sobre os desafios e perspectivas do processo de estruturação do Sistema Nacional de Cultura (SNC). “Estamos vivendo um momento chave para a cultura tanto no nível federal, quando estadual e municipal. Estamos acompanhando de perto todos os debates que envolvem a implantação dos Sistemas de Cultura, para que nosso processo aqui em Imperatriz continue exitoso”, afirmou Lucena Filho.   

Para o gestor da Fundação Cultural de Imperatriz, um dos pontos altos do evento será o último painel que terá como tema os Planos Estaduais e Municipais de Cultura como ferramentas de planejamento e participação social. “Outro espaço que também será muito proveitoso é a roda de conversa com troca de experiências sobre os Sistemas Estaduais e Municipais de Cultura, com exemplos de ações no Acre, Ceará, Uruaçu - GO, Campo Novo do Parecis - MT e Laranjeiras – SE”, finalizou.

Lucena Filho tem-se destacado não só como gestor da cultura do município, mas também como mobilizador e articulador de políticas públicas em toda a região Tocantina. Atualmente é o vice-presidente do Conselho Estadual de Cultural e foi eleito por unanimidade para ser o presidente do Conselho Municipal de Cultura.


 [Antonio Fabrício – ASCOM]