6/17/2015

HMI inaugura espaço destinado aos médicos residentes


“O setor complementa as ações voltadas para o processo ensino aprendizagem e consequentemente beneficia o paciente”, segundo avalia a residente Ridailda Amaral

O ambiente da Residência Médica que compreende uma sala de recepção com espaço para treinamentos e discussões dos residentes, além de uma sala de prescrição e uma de repouso, foi entregue oficialmente na manhã de ontem (16). Em parceria com a Universidade CEUMA, o espaço foi montado e disponibilizado aos residentes. 

A cerimônia de inauguração contou com a participação do Prefeito Sebastião Madeira, do coordenador da Clínica Médica, Irisnaldo Félix, do coordenador da Comissão de Residência Médica (COREME), Alexandre Martins Xavier e os Diretores do Hospital Municipal, Alisson Mota (geral) e Ricardo Matos (administrativo).

Para os residentes, o setor é primordial para o bom andamento de suas atividades, tendo em vista que todas as questões tanto burocráticas quanto dos procedimentos clínicos e/ou cirúrgicos podem ser discutidos e resolvidos ali mesmo.

“Esse espaço complementa as ações voltadas para o processo ensino aprendizagem e consequentemente beneficia o paciente, visto que nestes setores desenvolvemos atividades científicas para melhor lidar com os casos clínicos do Hospital Municipal”, afirma Ridailda Amaral, uma das residentes que esteve presente no evento.

Já a residente Jussara Silva Fonseca acrescenta que “esse ambiente inaugurado hoje faz parte de uma melhoria acadêmica, pois nos oferece um lugar melhor para discussão de casos clínicos, pesquisas com intuito de colocar em prática nossos conhecimentos, beneficiando assim os pacientes. Além disso, o espaço cria uma referência do programa dentro do hospital!”.

Madeira ao entregar o espaço falou do desenvolvimento da medicina em Imperatriz, citando a importância da Residência Médica para melhoria da assistência prestada na Urgência e Emergência dentro do Hospital Municipal. “Hoje a partir dos investimentos feitos, temos uma estrutura que nos permite atender uma população que engloba um milhão de habitantes, instituindo uma equipe composta de diversos especialista que proporcionam o funcionamento desta residência médica”, ressaltou o prefeito.

Madeira acrescenta ainda que o hospital dispõe de um leque de especialistas que atende perfeitamente às necessidades do Programa de Residência. “No Socorrão temos Neuro-cirurgião, ortopedista, pediatra, clínicos, urologistas, cirurgião torácico, cirurgião plástico entre outros. Além disso, os médicos têm se mostrado cada vez mais flexíveis quanto a presença dos residentes no HMI e estes até começaram a estudar, para poder somar aos conhecimentos dos alunos e melhorar a troca de experiências. E isso tudo reflete melhorias para os assistidos”, analisa o prefeito.

Para Alexandre Martins, as melhorias já podem ser observadas. “Os ganhos para a instituição e para os pacientes com a chegada da Residência, são valiosos. Nós temos percebido que a Direção do Hospital e da Secretaria de Saúde tem se preocupado em melhorar os serviços. Os residentes estão aqui assumindo o serviço, fazendo com que a coisa ande; mas para que isso aconteça, precisa ter uma boa estrutura, um bom laboratório e equipamentos. E hoje eu percebo uma preocupação maior quanto a isso. Porque o Socorrão além de ser um hospital que presta serviço à comunidade, agora tem compromisso acadêmico e para isso tem que ter estrutura”, observa o coordenador do COREME.


Maria Almeida - ASCOM