6/16/2015

Mais uma: Madeira reinaugura Escola Moreira Neto. Escola foi reformada e ampliada




A comunidade de Lagoa Verde recebeu com festa, no último sábado (13 de junho); da entrega das obras de reforma e ampliação da Escola Municipal Moreira Neto, além da construção da Biblioteca Comunitária Ler é Preciso “Vera Lúcia de Sousa Barbosa”.

Diversas autoridades estiverem presentes no evento: Sebastião Madeira, prefeito de Imperatriz; Zesiel Ribeiro, secretário municipal de educação; Cleres Carvalho, secretária adjunta de ensino; Cleomar Conceição, presidente da Associação de Gestores das Escolas do Sistema Municipal de Imperatriz (AGESMI); Maria da Piedade Oliveira da Silva, coordenadora do Setor de Educação no Campo/ Secretaria de Educação; Luciane Soares, representante do Ecofuturo; Adriana, representando a Suzano Papel e Celulose; os deputados estaduais Marco Aurélio e Léo Cunha; os vereadores: Richard Wagner, Enoc Serafim, Antônio Pimentel, Adonilson Lima, João Silva; além de diversos secretários que compõe o Governo Municipal e Sandra Lúcia Barroso Barbosa, gestora da Escola Municipal Moreira Neto.
A Escola Municipal Moreira Neto (Rua Bernardo Sayão s/n) há 48 anos serve a população da Lagoa Verde com aproximadamente três mil habitantes e atende a comunidade dos povoados Centro Novo, Vila Chico do Rádio, Vila São João e áreas rurais das imediações. Com alunos de turmas do Ensino Fundamental de 5° ao 9° ano nos períodos matutino e vespertino, Educação de Jovens e Adultos (EJA) e um anexo da Escola Estadual Dorgival Pinheiro de Sousa com turmas de 1° ao 3° ano do Ensino Médio no turno noturno.

Emocionada e abraçando o prefeito Sebastião Madeira, Almerinda Pereira Nunes, representando a comunidade do bairro falou da satisfação em participar de um evento como este e de sua da gratidão: “Fico feliz em ver esta escola hoje ampliada e reformada. Meu sonho sempre foi que nossas crianças pudessem estudar para assim ter uma vida melhor. Agradeço demais ao prefeito Sebastião Madeira”.

Marlucia Sousa Silva- Irmã de Vera Lúcia de Sousa Barbosa, homenageada que dá nome à Biblioteca Comunitária Ler é preciso instalada na escola em parceria com o Ecofuturo, falou da alegria em ver o nome de sua irmã em uma obra tão importante para a comunidade da Lagoa Verde:

“Conhecida carinhosamente como professora Vera, minha irmã nasceu em Graça Aranha- MA,no dia 27 de agosto de 1967, sendo a irmã mais velha de sete irmãos, filha de Maria das Dores Silva Sousa e Antonio Paulo Gomes de Sousa. Desde 1987 ela se dedicou ao trabalho como professora na Escola Coelho Neto, no ensino primário na zona rural no povoado Mãozinha, mas apenas em janeiro de 2010 assumiu o cargo de professora na Escola Manoel Ribeiro e depois foi transferida para a Escola Moreira Neto, no bairro Lagoa Verde. Minha irmã sempre se dedicou à educação e nós da família ficamos alegres e agradecidos por esta linda homenagem póstuma”.

“Com a entrega das obras de reforma e ampliação da Escola Municipal Moreira Neto (Lagoa Verde), a Secretaria Municipal de Educação (SEMED) totaliza 56 ações de melhora da infra-estrutura escolar da rede municipal de ensino de Imperatriz desde 2009. A Escola Moreira Neto passou por ações de: Construção de Biblioteca, construção de duas salas de aula, manutenção de telhado, calçamento, pintura e esquadrias (troca das portas e janelas), readequação de ambientes (diretoria, sala de professores, laboratório de informática e secretaria escolar), além da troca de todos os ventiladores”, declarou Zesiel Ribeiro, secretário municipal de educação.


O prefeito Madeira, prefeito de Imperatriz falou da importância de se investir em educação: “Na nossa administração temos priorizado ações que beneficiem a população. Com o investimento que temos feito em educação de qualidade estamos investindo no futuro de nossas crianças. Antes de vir para este evento de reinauguração da Escola Moreira Neto, estivemos no lançamento do Projeto Sintonizados na Escola Machado de Assis que é uma iniciativa e idealização de autoria exclusivamente da Secretaria de Educação e, com este cursinho que vamos disponibilizar para os alunos de 5° e 9° ano da rede municipal de ensino vamos gastar mais de um milhão de reais”. [Luana Barros- ASCOM]