3/11/2016

Dia 13: Movimentos sociais esperam o maior ato anti-PT dos últimos tempos


Brasília (DF) – Dois dos principais movimentos que lideram as manifestações marcadas para este domingo (13/03) em todo o Brasil, Vem Pra Rua e Movimento Brasil Livre (MBL) esperam o maior protesto anti-PT dos últimos tempos. Isso com base no engajamento da população nas redes sociais. Só o evento do Vem Pra Rua no Facebook já conta com aproximadamente 5,5 milhões de convidados. 329 mil pessoas confirmaram presença e 95 mil demonstram interesse.

Para se ter uma ideia das proporções do ato de domingo, em março do ano passado, quando ocorreu a maior das manifestações até hoje, foram 800 mil convidados na página do Vem Pra Rua, e 100 mil pessoas que confirmaram presença.

Segundo reportagem publicada nesta sexta-feira (11/03) pelo jornal Folha de S. Paulo, as páginas de Facebook do Vem Pra Rua e do MBL têm registrado procura recorde. O Vem Pra Rua já tem 960 mil seguidores, registrando 17,8% de crescimento entre os dias 03 e 09 de março. A página do MBL cresceu 32,4% na semana analisada, chegando a 445,3 mil seguidores.

Parte do sucesso no engajamento da população se deve, de acordo com os movimentos, à divulgação da delação premiada do senador Delcídio do Amaral (PT-MS), ex-líder do governo, que cita a presidente Dilma Rousseff, e à condução coercitiva do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pela Polícia Federal. O petista é o alvo da 24ª fase da Operação Lava Jato.

Juventude mobilizada


Um dos setores mais mobilizados para participar das manifestações do próximo dia 13 é o da juventude. Em Palmas, por exemplo, diversos grupos independentes têm se organizado. Um deles é o Tucanos do Cerrado. Para o líder do grupo, o procurador Cleiton Bandeira, a participação dos jovens nos protestos é fundamental.

“Os jovens são sonhadores e acreditam que a política pode ser praticada de maneira diferente, sem corrupção e todos esses vícios da política atual. O que gente notou em todos os protestos anteriores, é que os jovens exigem novas práticas políticas, com ética, eficiência e sobretudo com respeito ao voto do eleitor”, afirmou.

O líder dos Tucanos do Cerrado disse ainda que o ato do próximo domingo é a oportunidade para que os jovens, que hoje estão em perspectivas, reivindiquem para si um futuro melhor.
“Eles tiraram dos jovens a possibilidade de um futuro melhor, destruíram os sonhos de milhares com o corte de verbas na educação. O maior erro que o lulopetismo cometeu foi o estelionato eleitoral que promoveu nas eleições. O fim deste governo nunca esteve tão próximo, mas depende das ruas. Portanto, dia 13 vai ser uma festa da cidadania, vamos ocupar as ruas do país para dizer um basta à corrupção e pedir um novo governo”, completou.

* Com informações do PSDB-TO