6/13/2016

Atuação de Roberto Rocha no Senado é reconhecida em reunião da Fiema


A convite da diretoria da FIEMA, o senador Roberto Rocha participou da Reunião Extraordinária dos Conselhos de Meio Ambiente e Assuntos Legislativos da instituição, que teve a participação do Ministro Sarney Filho. A reunião foi realizada com o objetivo de tratar assuntos relacionados à Implantação do Zoneamento Econômico Ecológico (ZEE) no Maranhão, compensações das reservas legais previstas em lei, alternativas para o combate às queimadas e questões ligadas à zona portuária do estado.

O evento presidido pelo Presidente da FIEMA, Edilson Baldez, contou com a participação do secretário de estado da Indústria e Comércio, Simplício Araújo, dos Presidentes dos Conselhos Temáticos de Assuntos Legislativos, Cláudio Azevedo e de Meio Ambiente, Benedito Bezerra Mendes, tendo como plateia representantes dos demais conselhos temáticos da FIEMA, formados por empresários locais da indústria e comércio, representantes de instituições sindicais e patronais, além de representantes de setores produtivos.

O senador Roberto Rocha teve sua atuação como parlamentar reconhecida por meio de várias proposições, entre elas, a de criação da Zona de Exportação do Maranhão. O projeto deverá transformar São Luís em uma área de livre comércio de exportações, com incentivos fiscais especiais, impulsionando o desenvolvimento ao parque industrial da capital maranhense. Outra ação mencionada na reunião foi o documento da bancada de senadores do Maranhão, no qual Roberto Rocha está inserido, externando a preocupação quanto ao conflito sócio-ambiental que poderá ser causado com a criação da reserva extrativista de Tauá-Mirim, Ilha localizada a sudoeste de São Luís. O Parlamentar foi lembrado ainda pelo seu empenho na implantação do projeto Diques da Baixada e também por ter conseguido a aprovação no senado da extensão da aréa de atuação da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (CODEVASF) para todo o Maranhão.

Ao se pronunciar, o Ministro Sarney Filho afirmou que os interesses em prol do desenvolvimento do Maranhão devem estar acima das diferenças político/partidárias. Firmou compromisso em se empenhar pelos projetos de compensação das reservas legais e ressaltou que há previsão de criação de dez parques nacionais, sendo dois deles no Maranhão. Defendeu a força conjunta para o andamento do zoneamento ecológico, referindo-se aos representantes maranhenses no senado.


Roberto Rocha frisou que a maioria de suas proposições como parlamentar têm contemplado o desenvolvimento socioeconômico e ambiental do Maranhão, lembrando de sua emenda de bancada para a revitalização dos rios maranhenses. Mencionou ainda o projeto que inclui o Maranhão na faixa do semiárido e que atualmente encontra-se na câmara de deputados para votação. Finalizou afirmando que “ä maneira de servir ao povo é unir as forças, pois não precisamos de heróis, precisamos, sim, de bandeiras, de causas”.

(DA ASSESSORIA)