11/23/2016

Monitoramento ajuda a desvendar crimes



Antes mesmo de ser algo institucionalizado, seja pelo município, Estado ou União, o monitoramento eletrônico já faz parte da rotina do imperatrizense.  O “sorria o você está sendo filmado” nunca esteve tão presente  na vida da cidade quanto nos últimos dois anos. E não é só na região central. Em alguns bairros,  um olhar mais acurado e logo é possível perceber  a existência de câmeras estrategicamente instaladas, seja em postes, árvores, ou mesmo “escondidinha” em um ponto qualquer das residências.

Alguns crimes de repercussão  ocorridos na cidade e que poderiam  ter caído na “galeria do esquecimento” ou se transformado em um mero procedimento investigatório  sem  muita consequência, só foram elucidados graças às imagens captadas por essas “câmeras escondidas”

Já virou até clichê das autoridades policiais quando entrevistada pela imprensa dizer  que  “vamos levantar se alguma câmera nas imediações conseguiu captar as ações dos criminosos”


Passa da hora de Imperatriz ter  institucionalizado o tão propalado monitoramento eletrônico Uma arma de inteligência contra o crime.